Home / Notícias / Depressão Pós-Parto

Depressão Pós-Parto

BRUNA SANTORO MILANI | CRP 06/126178
Psicóloga (PUC-SP)

Sabemos que infelizmente a depressão pode estar presente em qualquer fase da vida, e sim, isso inclui até mesmo em momentos considerados felizes. Vamos então entender sobre depressão pós-parto?
Já sabemos que no período da gravidez, além da transformação corporal, a mulher passa por alterações fisiológicas que alteram os hormônios. Esse fenômeno natural é essencial para que a gestante consiga sustentar as necessidades do feto que se encontra em constante desenvolvimento. Porém, além dessas transformações, a mulher pode apresentar sintomas de angústia e ansiedade, estando relacionada à necessidade de adaptação a nova realidade. Após o nascimento do bebê a mãe passa por um período que se chama puerpério. “Essa fase inicia-se com o parto e finda quando o corpo da mulher retorna ao estágio prévio à gestação.” (Catafesta, Zagonel, Martins, & Venturi, 2009). Com isso quero dizer que além das transformações fisiológicas, a mulher passa por transformações emocionais (sendo as mais citadas: choro fácil, nervosismo e tristeza).
Não há uma única razão absoluta para a causa conhecida como ‘depressão pós-parto’. Essa condição pode envolver fatores físicos, emocionais, qualidade de vida, transtornos mentais, além de aspectos sociais.
Outro ponto importante mencionar é que nem todas as mulheres passam por essa experiência de depressão pós-parto. No Brasil, por exemplo, em cada quatro mulheres, uma apresenta sintomas da depressão no período de seis a 18 meses após o nascimento do bebê.
É necessário a mãe e todos que a rodeiam ter consciência dessa fase, pois a depressão pós-parto altera o vínculo mãe-filho. Com isso, de acordo com pesquisas, a mulher depressiva na maioria dos casos deixa de cumprir o calendário vacinal e deixa de amamentar normalmente.
Infelizmente poucas mulheres procuram ajudam profissional nesse período, e a razão disso está na não consciência da doença e também do preconceito latente na sociedade em geral, uma vez que a gravidez é considerada uma conquista em que se cultua o amor incondicional materno.
Além da depressão pós-parto, existe o que é conhecido como ‘baby blues’ que é uma tristeza que normalmente iniciam-se logo nos primeiros dois/três dias após o nascimento do bebê e dura até dias semanas.
Vamos entender os sintomas
relacionados a baby blues:
Mudanças de humor – Ansiedade – Tristeza – Irritabilidade – Sensação de cansaço e exaustão – Choro fácil – Concentração reduzida – Problemas de apetite – Problemas para dormir.
É comum confundirem baby blues com depressão pós-parto, e a diferença entre elas está relacionada ao inicio, a intensidade e a durabilidade dos sintomas. Além disso, a depressão pós-parto interfere na capacidade da mãe nos cuidados básicos do bebê, como vimos acima.
Sintomas da depressão pós-parto:
Além dos sintomas já mencionados (porém de forma mais intensa nesse caso) apresentam – Dificuldade de desenvolver uma ligação amorosa com o bebê – Afastamento da família e dos amigos – Redução do interesse e prazer nas atividades que a mãe costuma realizar – Medo frequente da mulher não ser uma boa mãe – Estresse e raiva intensa – Ansiedade grave e ataques de pânico – Pensamentos relacionados a prejudicar a si mesma ou ao bebê.
Nessa altura você já deve ter entendido como é importante adquirirmos mais conhecimento sobre esse assunto e dar o seu devido valor, pois se não diagnosticada e consequentemente não tratada, a depressão pós-parto pode durar vários meses e até mesmo ter resultados irreversíveis.
Se você está se sentindo deprimida após o nascimento de seu bebê, não se sinta envergonhada e não relute em procurar ajuda profissional, saiba que é uma manifestação do seu corpo e mente e que precisa ser avaliada, pois existe tratamento adequado para isso. Dessa forma você conseguirá usufruir dessa fase de forma mais leve possível.

Qualquer dúvida estarei a disposição no meu Instagram @brunamilani_
Abraço!

Referências: https://pebmed.com.br/desafios-psicologicos-nas-pacientes-gravidas-e-no-pos-parto/
http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-36872015000100003
https://www.vittude.com/blog/depressao-pos-parto-sintomas-causas/

Sobre Flavio Camilo

Verifique também

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2020

Como votarO primeiro turno das eleições será no dia 15 de novembro. Nos locais em …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: