Home / Ibirá / Prefeitura Municipal de Ibirá desenvolve ações relacionadas a campanha Maio Laranja

Prefeitura Municipal de Ibirá desenvolve ações relacionadas a campanha Maio Laranja

Combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes é o tema principal da campanha

A nova decoração da Praça da Matriz, do CRAS e do Conselho Tutelar de Ibirá sinaliza a atual campanha em desenvolvimento no município: o Maio Laranja.
Gérberas artificiais: flores muito conhecidas no Brasil e que simbolizam a fragilidade e a vulnerabilidade da criança – foram espalhadas nos locais pelas equipes da Secretaria de Assistência e Promoção Social e Centro de Referência de Assistência Social, em parceria com o Conselho Tutelar.
Tudo para remeter ao tema da campanha: o combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes.
Nesse ano, a questão do isolamento social também foi abordada pela iniciativa, já que o período pode tender a aumentar os índices de violência, uma vez que esse público passa mais tempo em casa, onde acontece a maioria das ocorrências.
O prefeito Edvard Colombo falou sobre o trabalho realizado em parceria para tratar demandas dessa ordem. “O município está muito atento a essa questão, sempre desenvolvendo ações sociais e educacionais. Temos uma secretaria de assistência social atuante, assim como o conselho tutelar, CRAS e a polícia militar. São oferecidos vários canais para denúncia, com recursos de anonimato e sigilo. O importante é garantir a segurança das crianças e dos adolescentes, por isso pedimos também a colaboração de todos, para que ao verem qualquer situação anormal, denunciem imediatamente”, ressaltou.

Dia Nacional
No dia 18 de maio, foi celebrado o Dia Nacional do Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
Na data, a prefeitura lançou um vídeo exclusivo sobre a campanha do Maio Laranja, com a participação de representantes municipais, entre eles o 1º Sargento da PM, Alexandre de Oliveira – que pode ser conferido nas redes sociais oficiais.
O objetivo também foi divulgar o Disque 100 – canal de denúncias, com preservação de identidade.
Em Ibirá, os interessados em fazer algum tipo de denúncia também podem entrar em contato pelos telefones do Conselho Tutelar: 17 3551-8076 e 99603-3260 (plantão) ou Polícia Militar, pelo número 190.

Denuncie – Disque 100

O Disque 100 funciona diariamente, 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados.
As ligações podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem gratuita, de qualquer terminal telefônico fixo ou móvel (celular), bastando discar 100.
O serviço pode ser considerado como “pronto socorro” dos direitos humanos pois atende também graves situações de violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estão em curso, acionando os órgãos competentes, possibilitando o flagrante.
O Disque 100 recebe, analisa e encaminha denúncias de violações de direitos humanos relacionadas a alguns grupos e/ou temas, como:
– Crianças e adolescentes
– Pessoas idosas
– Pessoas com deficiência
– Pessoas em restrição de liberdade
– População LGBT
– População em situação de rua
– Discriminação ética ou racial
– Tráfico de pessoas
– Trabalho escravo
– Violência contra ciganos, quilombolas, indígenas e outras comunidades tradicionais
 
O que você precisa informar para registrar uma denúncia pelo Disque 100?

– Quem sofre a violência? (vítima)
– Qual tipo violência? (violência física, psicológica, maus tratos, abandono, etc.)
– Quem pratica a violência? (suspeito)
– Como chegar ou localizar a vítima/suspeito
– Endereço (estado, município, zona, rua, quadra, bairro, número da casa e ao menos um ponto de referência)
– Há quanto tempo ocorreu ou ocorre a violência? (frequência)
– Qual o horário?
– Em qual local?
– Como a violência é praticada?
– Qual a situação atual da vítima?
– Algum órgão foi acionado?

Fonte: Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos – Governo Federal

Sobre Flavio Camilo

Verifique também

Fundo Social de Solidariedade de Ibirá realiza live solidária com a cantora Mila Menin

Show virtual visa arrecadar doações financeiras para Cleyton Barbosa e fralda geriátrica para o FSS …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: