Home / Notícias / Pais e amigos de seus filhos

Pais e amigos de seus filhos

MONIQUE GISELE GASQUI
CRP 108849/06
Psicóloga Clínica, especializada em Cognitivo-Comportamental

 
Os problemas e dificuldades familiares sempre existiram, mas nos últimos anos temos a violência e criminalidade como filhos que matam seus próprios pais, e tem se alastrado de extrema crueldade.
Pais e mães com filhos adolescentes ou pré-adolescentes tem recorrido muito a clínica, na procura de respostas e conselhos sobre o que e como fazer com seus filhos quando apresentam comportamentos como: atitudes socialmente inadequados, dificuldades de relacionamento interpessoal, exemplo a adaptação escolar e problemas de aprendizagem.
A educação é feita com base no afeto que se transmite ao filho, e com base também no limite. A criança precisa conhecer o amor, a amizade, o respeito, a consideração e os limites que ela tem de respeitar entre a vida dela e a do outro, para que ela possa tornar-se um ser humano apto para a vida em comunidade.
O que se espera de pais amigos de seus filhos, é que estejam mais disponíveis, abertos a escutá-los, a discutir, orientá-los naquilo que eles lhes solicitarem, ou naquilo que os pais entenderem necessário fazê-lo.
Eu disse pais amigos, pois é necessário, o papel dos dois, pais para orientação adequada e segura, e amigo como um amigo que apenas os ouça e os aconselhe. Os filhos precisam de um porto seguro que seja suficientemente firme e forte para orientá-los quando não sabem como procederem ou que atitude tomarem perante uma situação de conflito ou até embaraçosa.
Para educar um filho não há formula ou manual que se possa seguir, pois cada filho e cada pai e mãe são únicos em sua natureza. É preciso lembrar sempre que educar é também frustrar. Não há como ser bom pai ou boa mãe só esperando serem amados por seus filhos. É preciso suportar a frustração de ser odiado (isso mesmo, odiado!) por seus filhos num dado momento, não sempre, e isso é para o próprio bem dele no futuro, ainda que isso, na maioria das vezes, custe muito caro aos corações dos pais e mães.
Pais! Nenhuma amizade pode ser tão valiosa quanto à de pais e filhos. Aproxime-se de seu filho, e conquiste uma amizade eterna.
Está cada vez mais crescente o número de pesquisas e estudos sobre a importância da boa relação entre pais e filhos, e também sobre resultados extremamente negativos observados em crianças e adolescentes, cujos pais estabeleceram um distanciamento afetivos delas. Um dos mais evidentes foi o que citei no primeiro parágrafo deste artigo, que é o mau desempenho escolar (problemas de adaptação e aprendizagem).
Dicas para aproximação de seu filho é quando você:
– Ajuda nas tarefas da escola;
– Desenvolve algum talento com ele (pede que ele lhe ensine alguma coisa, nem que seja algo simples que só ele sabe fazer, não precisa fazer curso);
– Assisti a programas que ele gosta;
– Não fica cobrando tanto, nem passando a mão na cabeça (mesmo que seu filho tenha pisado feio na bola, procure explicar o que está errado com serenidade. Quanto mais cobrança, mais ele sentirá que não pode confiar em você e jamais diga “amém” para seus erros. Amigos de verdade sabem ouvir, mas também são honestos quando precisam).
O grande segredo da amizade está na proximidade.

“A melhor coisa do mundo é o filho que vê no pai um amigo, e na mãe, uma confidente. Um filho que tem os pais como amigos não se perde no caminho, nem se sente só e perdido.”
Aurilene Damaceno

Sobre avpgraficaejornal

Verifique também

Denuncie a violência contra crianças e adolescentes

Abuso e exploração contra crianças e adolescentes devem ser denunciados ao Conselho Tutelar e CREAS …

%d blogueiros gostam disto: