Home / Notícias / 13ª Feira do Livro trouxe aos jovens a oportunidade de aventurar-se através da leitura

13ª Feira do Livro trouxe aos jovens a oportunidade de aventurar-se através da leitura

net 1AMANDA FACCA
Estudante de Jornalismo

 

 
Em sua décima terceira edição, a feira do livro teve início no dia 28 de junho às 19h com diversas apresentações. Neste ano, as escolas e grupos participantes foram: EMEI Thereza Yalenti Perosa, EMEI Olivia Sahao, EMEF Maria de Lourdes da Costa Nunes, EE Rubens Ferreira Martins, Colégio Chafik Saab, Colégio Objetivo, Associação de Assistência à criança, Grupo da Melhor Idade, Projeto Guri e Projeto Pequeno Cidadão.
A feira foi organizada pela Secretaria Municipal de educação, esporte e lazer, aconteceu nos dias 28 de junho à 01 de julho com visitação aberta e gratuita ao público de todas as idades. Houve apresentações de dança, teatro pela companhia de dança de São José do Rio Preto, coral, solo, exposição de poemas e crônicas.
Os professores trabalham junto com os alunos para que as exposições e apresentações sejam feitas e os pais podem acompanhar de perto o que seus filhos estão aprendendo nas escolas da cidade. Ensinam ainda aos alunos que a feira é um local cheio de tesouros e que eles podem viver aventuras através da leitura.
Ivete Colaboni, secretária da educação, esporte e lazer na Prefeitura Municipal, disse que “o poder da leitura é transformador e nós só somos livres quando conseguimos transformar o conhecimento em sabedoria, os livros no proporcionam isso. Não saber o que fazer com o nosso conhecimento é falta de sabedoria. O objetivo da feira do livro é aproximar os jovens dos livros, eles são nossa responsabilidade e é nosso dever fazer a nossa parte”.
O envolvimento dos alunos, professores e demais funcioná-rios públicos fez com que a feira acontecesse e que este seja um projeto contínuo. Os livros que são expostos na feira tem sempre um custo acessível e sua venda não possui fins lucrativos.
O incentivo à leitura é essencial na época tecnológica em que vivemos. Gostar do cheiro dos livros, do toque e principalmente da escrita plena proporciona aos jovens o que por vezes não acontece na internet. A rapidez que as redes sociais e outras mídias oferecem às pessoas fazem com que eles optem por textos curtos, prontos e com escolha limitada de palavras. Há o risco de perdermos futuros grandes profissionais e cidadãos se não nos preocuparmos em mostrar-lhes mais possibilidades através da cultura.

Sobre avpgraficaejornal

Verifique também

Denuncie a violência contra crianças e adolescentes

Abuso e exploração contra crianças e adolescentes devem ser denunciados ao Conselho Tutelar e CREAS …

%d blogueiros gostam disto: