Home / Ibirá / Número de casos de Dengue diminui significativamente em Ibirá

Número de casos de Dengue diminui significativamente em Ibirá

DSC_4494 netAs ações integradas que vêm sendo colocadas em prática, nos últimos meses pela Prefeitura de Ibirá, já está apresentando resultados altamente positivos no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, e também chikungunya e do zika vírus.
A Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Saúde criou no início do ano de 2016 uma comissão para o enfrentamento dessas doenças para atuar nos períodos mais críticos de chuvas, que foram de janeiro a março, porém as ações ainda estão sendo realizadas. A comissão é formada por diversas secretarias municipais, realizando reuniões mensais para ser discutidas todas as ações no combate ao mosquito vetor.
A união dos agentes comunitários de saúde e dos agentes de controle de endemias, conhecidos como agentes da SUCEN, que realizam inspeções criteriosas contribuem para um controle mais efetivo dos trabalhos.
As ações como os mutirões realizados em todos os bairros da cidade e os arrastões feitos em dezenas de lotes baldios existentes em todos os setores do município, tampa buracos, orientações por meio de palestras educativas em escolas e outras ações junto as igrejas do município, foram os principais atos realizados a fim de sensibilizar e mobilizar a comunidade.
Os números apresentados recentemente pela Secretaria de Saúde mostram a diminuição significativa dos casos de dengue em 2016 comparado com os de 2015. Nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril de 2015 o número de casos foram de 425, quanto a esse ano no mesmo período o número caiu para 141 casos.
De acordo com o prefeito de Ibirá ‘Biscoito’, a realização dos mutirões e a participação efetiva também da sociedade têm contribuído muito para que o número de casos de dengue diminua na cidade. “Felizmente, todos os segmentos da população local têm respondido positivamente ao nosso chamamento para o combate desse mosquito e os resultados dessas ações começam a surtir os efeitos positivos. O número de notificações vem diminuindo significativamente graças ao empenho e conscientização do nosso povo. Precisamos da participação da comunidade ibiraense aliada aos esforços do poder público nesta luta contra o Aedes Aegypti”, finaliza.
Nunca é demais lembrar que o trabalho de prevenção dos focos do mosquito Aedes aegypti depende do envolvimento de todos. Os moradores devem realizar ações simples, como eliminar qualquer tipo de água parada, desentupir as calhas, tampar caixas d’água, telar ralos e secar os vasinhos de plantas, que podem virar criadouros certos para a dengue
O mosquito Aedes aegypti tem hábitos domésticos e se prolifera, na maioria das vezes, dentro das residências, onde se formam 85% dos criadouros. A presença dos agentes de combate às endemias- popularmente conhecidos como agentes de combate à dengue – cumprem rotinas de visitas residenciais que são muito importantes para a eliminação dos focos de criação do mosquito da dengue, da chikungunya e do zika vírus.

Abaixo a comparação significativa entre os anos de 2015 e 2016:

2015- janeiro: 13
2016- janeiro: 6
2015- fevereiro:158
2016- fevereiro:30
2015- março:152
2016- março:62
2015-abril:102
2016- abril:43

Sobre avpgraficaejornal

Verifique também

Denuncie a violência contra crianças e adolescentes

Abuso e exploração contra crianças e adolescentes devem ser denunciados ao Conselho Tutelar e CREAS …

%d blogueiros gostam disto: