Home / Notícias / Terminou o horário de verão. Alegria de uns, tristeza de outros

Terminou o horário de verão. Alegria de uns, tristeza de outros

relogio netSaiba como surgiu e porque o sistema é adotado no Brasil

 

AMANDA FACCA
Estudante de Jornalismo

 

Quando passamos a nos acostumar com ele, começa tudo de novo. O conhecido “horário de verão” teve fim à zero hora do último domingo (21), e fez com que os relógios voltassem a trabalhar em seu horário original.
Muitos questionam a finalidade desta mudança em determinados estados brasileiros e demais países, outros porém, simplesmente gostam da alteração.
A verdade é que o horário de verão foi criado numa tentativa de economia de energia, e lançado no Brasil oficialmente por Getúlio Vargas entre os anos de 1931 e 1932. A prática vem sendo realizada desde 1985 sem nenhuma interrupção.
No entanto, a ideia de economizar não surgiu no Brasil. Surgiu bem antes, em 1784, através do inventor e político americano Benjamin Franklin, antes mesmo que Thomas Edison pudesse inventar a lâmpada em 1879. Isto porque Franklin acreditava numa economia de cera de vela ao aproveitar-se mais tempo da energia solar.
Porém, a ideia não foi adotada logo de cara por seu governo. O primeiro país a adotar a prática foi a Alemanha, em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, a fim de economizar gastos excessivos com carvão.
Atualmente os países que seguem o horário de verão são União Européia; a Rússia; países do Oriente Médio, como Irã, Iraque, Síria, Líbano, Israel, Palestina; parte da Oceania, como a Austrália, em parte do seu território, e a Nova Zelândia; a América do Norte, no Canadá, Estados Unidos e México; alguns da América Central, como Cuba, Honduras, Guatemala, Haiti e Bahamas; e da América do Sul, como Brasil, Paraguai, Uruguai e Chile. Na África, existe horário de verão no Egito, Namíbia e Marrocos, assim como acontece no Brasil, onde só participam do horário diferenciado os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.
A decisão de adoção ou não de alteração do horário está diretamente relacionada a localização geográfica do país. Quanto maior a distância do país com a linha do Equador, melhor o aproveitamento de luz do dia ao adiantar os relógios em uma hora, consequentemente maior a economia de energia. Isso ocorre porque devido ao posicionamento do sol nesse intervalo, quanto maior a distância entre o país e o Equador, mais visível se torna a diferença de luminosidade em uma hora.
O Brasil, devido à enorme dimensão de território, tem estados tanto distantes quanto próximos ao Equador, por isso só ocorre o horário de varão nas regiões Sul, Sudeste e Centro- Oeste, onde a alteração traz mais benefícios.
Há quem alegue que as alterações de horários prejudicam o funcionamento biológico das pessoas, causa sonolência, perca de apetite, distúrbios no humor e menor desempenho para desenvolver atividades, no entanto, entre custos e saúde, o país ainda segue os antigos costumes.

 

Fontes: http://www.noticiasaominuto.com.br/brasil/185596/faltam-11-dias-para-o-fim-do-horario-de-verao    /    http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/10/saiba-em-quais-partes-do-mundo-o-horario-de-verao-e-adotado.html

Sobre avpgraficaejornal

Verifique também

Prefeitura de Ibirá realiza a entrega de novos computadores para a Rede Municipal de Ensino

A Prefeitura Municipal de Ibirá está buscando melhorias para a rede municipal de Ensino e …

%d blogueiros gostam disto: