Home / Notícias / Culpado ou não? Zika vírus pode não ser o causador da microcefalia

Culpado ou não? Zika vírus pode não ser o causador da microcefalia

zika virus NETEstudos buscam confirmar a relação do vírus com a má formação em bebês

 

AMANDA FACCA
Estudante de Jornalismo

 
Um mosquito e três doenças diferentes com sintomas parecidos. Como evitar ser picado por estes insetos que existem por todo o mundo? Atualmente a prevenção é o que mais preocupa a saúde pública, já que ainda não existem cura ou vacina para estas doenças.
A população, por sua vez, recorre aos repelentes e torce para que eles façam mesmo o que prometem. Quem tem que ficar mais atento, são as grávidas, que podem ser as mais afetadas enquanto não for descoberta uma explicação melhor.
Isso, porque cientistas procuram uma confirmação definitiva sobre a relação do vírus Zika com a microcefalia encontrada em um número extremamente maior do que o normal em crianças que nasceram entre a descoberta do vírus até agora.
Por enquanto o que se sabe é que o vírus é transmitido para o bebê pelo mosquito através do líquido amniótico (que envolve o bebê durante a gestação) e também no líquido cefalorraquidiano (presente no sistema nervoso central) e que o bebê corre mais riscos durante seus primeiros meses de formação. Ou seja, nos primeiros meses de gestação as grávidas devem utilizar repelentes indicados por seus médicos, uma vez que o vírus pode atrapalhar a formação do bebê na gestação.
Mas, essas afirmações são apenas questionamentos até agora. Cientistas dizem que ainda pode existir um terceiro fator relacionado ao ambiente e as condições em que as mães destes bebês vivem.
Como é um novo tipo de vírus, ainda está em estudo. Grupos de pesquisa no Brasil já buscam respostas através de testes em animais como macacos, para encontrar ou não relação com o vírus e os problemas na gestação.
Por enquanto, é preciso não descuidar. Não deixar água parada e usar repelente diariamente, tanto as grávidas quanto o restante da população. O zika vírus tornou-se preocupação mundial e já atingiu 34 países, não limitando-se as Américas.
Não foram encontrados casos de Zika em nossa cidade. Continue em alerta e não se esqueça que a prevenção ainda é a única forma de não sofrer com estas doenças.

Sobre avpgraficaejornal

Verifique também

Urupês se destaca na região por oferecer serviços de Cardiologia na atenção básica do SUS

Cardiologista urupeense atua no município trazendo nova especialidade aos moradores A Saúde de Urupês possui …

%d blogueiros gostam disto: