Home / Notícias / Fazer o bem! Conheça as campanhas que se espalham pelo mundo

Fazer o bem! Conheça as campanhas que se espalham pelo mundo

Em Urupês, o sucesso da ação foi refletido na arrecadação de um total superior a 8 mil quilos de alimento com apoio das escolas da cidade
Em Urupês, o sucesso da ação foi refletido na arrecadação de um total superior a 8 mil quilos de alimento com apoio das escolas da cidade

Outubro Rosa e Novembro azul ganham espaço e tornam possível melhoria na vida de pacientes.

 

AMANDA FACCA
Estudante de Jornalismo

 

Conhecido internacionalmente, o Outubro Rosa surgiu por volta do século 20 nos Estados Unidos, quando o laço cor de rosa foi lançado pela fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, em Nova York (1990).
Com diversas campanhas espalhadas pelos estados de todo país, tomou proporção maior e mobilizou cada vez mais a população, empresas e entidades na luta contra o câncer de mama e alerta à prevenção.
Já no Brasil, a primeira iniciativa vista em relação a data foi a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista em São Paulo, que teve como responsáveis um grupo de mulheres com o apoio de uma conceituada empresa
europeia de cosméticos.
Porém, como todos sabemos, o câncer possui várias formas de se manifestar, então foi criada também a campanha que visava atingir principalmente os homens.
O novembro azul, que surgiu em 2003 na Austrália, põe em causa o câncer de próstata, que acredita-se ainda pouco visível aos homens que tem certo preconceito com a sua prevenção e diagnóstico.
Há algum tempo os moradores e algumas empresas de Urupês vêm colaborando com o movimento. E neste ano, pela segunda vez consecutiva, a Academia Ettruri Fitness mobilizou-se em uma ação denominada “Corra e salve uma vida”.
A ideia, que consistia no incentivo à prevenção do câncer e melhora na rotina com exercícios físicos, promoveu palestra na própria academia no dia 15 de outubro voltada aos homens. E como forma de arrecadação de alimentos, no dia 17 do mesmo mês, lançou as “24 horas de esteira ligada” onde os alunos participantes correriam e reverteriam os quilômetros em quilos de açúcar e café, chegando a marca de 347 km.
Para quem pensa que acabou, no dia 24 foi realizada a carreata pelas ruas para que todos os moradores ajudassem a arrecadar também açúcar e café. O sucesso da ação foi refletido na arrecadação de um total superior a 8 mil quilos de alimento com apoio das escolas da cidade.
André Ettruri, proprietário da academia, conta que estava correndo na esteira e ouviu uma chamada na televisão sobre o outubro rosa, foi quando a vontade de mobilizar mais pessoas passou a tornar-se concreta.
Thiago Luís Piteli, cabeleireiro unissex, também abraçou a causa. Em pareceria com mais dois amigos, conseguiu arrecadar cerca de 800 litros de leite, 600 pacotes de bolachas recheadas, e outros alimentos como óleo, arroz, feijão, extrato de tomate, açúcar e café. Além disso, conta que outo amigo o ajudou a comprar 50 brinquedos para também presentear as crianças.
Tudo o que foi arrecadado, foi levado no dia 2 de novembro à casa Vovô Antônio que acolhe crianças em tratamento no Hospital de câncer de Barretos.

Sobre avpgraficaejornal

Verifique também

Depressão Pós-Parto

BRUNA SANTORO MILANI | CRP 06/126178Psicóloga (PUC-SP) Sabemos que infelizmente a depressão pode estar presente …

%d blogueiros gostam disto: